Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Gorbachov chama EUA para retomar diálogo com a Rússia sobre armas nucleares

O último presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachov, pediu que os Estados Unidos retomem um "diálogo sério" com a Rússia sobre o problema das armas nucleares e alertou contra as "perigosas tendências destrutivas" na política mundial, em artigo publicado nesta quarta-feira no jornal "Vedomosti".
EFE

Moscou - Após constatar uma ruptura da comunicação entre Moscou e Washington, o ex-líder soviético se dirigiu em particular aos congressistas americanos para pedir que deixem de lado suas diferenças partidárias para facilitar um "diálogo sério" entre ambos os países.


"Estou convencido de que a Rússia está preparada (para o diálogo)", ressaltou Gorbachov, que manifestou preocupação com a suspensão, primeiro pelos EUA e depois pela Rússia, do Tratado de Eliminação dos Mísseis de Médio e Curto Alcance (INF), que ele assinou em 1987 com o então presidente americano, Ronald Reagan.

Gorbachov apontou que por trás da decisão de Washington de deix…

DHC-5 Buffalo, um ‘quase’ All American Made

Após a Segunda Guerra Mundial a liderança norte-americana na indústria aeronáutica era quase que absoluta e até hoje vários componentes de aeronaves feitas no Ocidente são fabricados nos Estados Unidos.


Por Roberto F. Santana | Poder Aéreo

Alguns fabricantes, entretanto, lograram certa independência, como a multinacional europeia Airbus.

DHC-5D Buffalo
DHC-5D Buffalo

Nos anos setenta e oitenta, a fabricante de aeronaves de Havilland Canada produzia o DHC-5 Buffalo, porém, a aeronave tinha até 89% de seus componentes produzidos nos Estados Unidos.

Veja na ilustração, alguns desses componentes:
  • Os motores CT64-820-4 eram produzidos pela General Electric; Lynn, Massachusetts.
  • Aquecimento e refrigeração da cabine e compartimento produzidos pela Air Research; Torrence, Califórnia.
  • Unidade de Força Auxiliar (APU), produzida pela Solar; San Diego, Califórnia.
  • Chapas de alumínio, parafusos e rebites, produzidos por vários fornecedores norte-americanos.
  • Aviônica, piloto automático, instrumentos de voo e motor, produzidos nos Estados Unidos, pela Sperry Avionics, Collins, Bendix e General Electric.
  • Hélices produzidas pela Hamilton Standard; Windsor Locks, Connecticut.
  • Montantes dos motores produzidos pela Lord; Erie, Pensilvânia.
  • Rodas, freios e pneus, produzidos pela B.F. Goodrich; Troy, Ohio.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas