Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Eritreia ressalta importância de acordo de paz com a Etiópia

O chanceler da Eritreia, Osman Mohammed Saleh, considerou que o acordo de paz assinado recentemente com a Etiópia ''põe fim a um período obscuro, um capítulo de guerra, tensão constante e luta'', citou hoje a imprensa local.


Prensa Latina
Asmara - O diário Haddas Ertra precisou que as palavras de Saleh foram emitidas como parte de sua intervenção na 73a Assembleia Geral das Nações Unidas.

O chanceler da Eritreia, Osman Mohammed Saleh | Reprodução

'Este avanço histórico, que inclusive está atrasado em quase duas décadas, permitirá a ambos países canalizar seus recursos, seu potencial e sua energia positiva unicamente para o desenvolvimento tão necessário', enfatizou o titular.

Além de infundir esperança e otimismo nos dois povos, qualificou de 'palpáveis' os dividendos positivos para a segurança no corno africano derivados do pacto.

'Isto está de fato atestado pelos novos marcos de cooperação integral que foram colocados em marcha nos últimos dois meses ou que estão à vista a nível regional', afirmou o ministro.

Por sua vez, assinalou que nos últimos seis decênios, os eritreus têm lutado por promover a justiça e fomentar um clima propício para o crescimento, não só de sua nação, mas de outros territórios vizinhos. 'Através da resiliência característica e o duro trabalho, agora têm vencido as injustiças perpetradas contra eles', concluiu.

Comentários

Postagens mais visitadas