Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

EUA começam exercícios militares 'globais' de dissuasão nuclear

O Comando Estratégico dos EUA (USSTRATCOM) anunciou o início dos exercícios militares anuais das Forças Nucleares Estratégicas – o Global Thunder 2019 (Trovão Global 2019).


Sputnik

De acordo com uma declaração feita pelo USSTRATCOM na segunda-feira (29), as manobras estão sendo realizadas para "refrear, localizar e, se necessário, evitar ataques estratégicos contra os EUA e seus aliados". Os exercícios visam determinar a prontidão das unidades militares envolvidas na dissuasão nuclear.


Soldado das Forças Armadas dos EUA
© flickr.com/ U.S. Army / Venessa Hernandez

"A tríade nuclear é a base da dissuasão estratégica. Nossas tropas devem estar preparadas para executar ordens em qualquer lugar do mundo quando for necessário", afirmou o general John Hyten.

Hyten observou que as manobras Global Thunder são multinacionais e pretendem unir os EUA, seus aliados e parceiros políticos e militares, incluindo a Austrália, Reino Unido, Dinamarca, Canadá e Coreia do Sul.

Estes exercícios são os primeiros desde que os EUA anunciaram que sairiam do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF) — tratado firmado com a Rússia na época da Guerra Fria — alegando que Moscou havia violado o pacto. Na semana passada, a Rússia tentou preservar o tratado em um projeto de resolução que apresentou no Primeiro Comitê da Assembleia Geral da ONU, argumentando que o pacto é necessário para a segurança internacional. No entanto, a maioria dos países votou contra a proposta.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas