Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

EUA continuarão a usar munições de fragmentação para enfrentar Coreia do Norte

EUA desistiram dos planos de proibir o uso de munições de fragmentação, declarou o primeiro vice-secretário de Defesa Patrick Shanahan.


Sputnik

Segundo ele, essas armas serão mantidas para enfrentar a Coreia do Norte.


In this Oct. 5, 2016 photo, a Yemeni man displays an American-made CBU 58A/B, cluster bomb, in a police compound in Sanaa, Yemen. (AP Photo/Hani Mohammed)
Bomba de fragmentação norte-americana CBU 58A/B | Photo/Hani Mohammed - AP

"A revisão de nossa política esteve ligada à situação da Coreia do Norte. Durante os exercícios, surgiu-nos uma pergunta – como vamos enfrentar a Coreia do Norte? E então analisamos as munições que precisamos e as que já temos à nossa disposição", cita as palavras de Shanahan o portal Military.com.

Ele acrescentou que a substituição destas munições por outros tipos pode levar muito tempo.

O uso dessas armas é proibido pela Convenção sobre Munições de Fragmentação.

Comentários

Postagens mais visitadas