Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

EUA lançam à água 2 novíssimos submarinos nucleares de ataque

Nos EUA foram lançados à água dois novíssimos submarinos nucleares de ataque, USS Delaware (SSN-791) e USS Vermont (SSN-792), equipados com mísseis de cruzeiro Tomahawk, informou a assessoria de imprensa da Marinha dos EUA.


Sputnik

O USS Delaware (versão Block III) foi lançado à água em Newport News (estado da Virgínia), enquanto o USS Vermont (versão Block IV) foi lançado em Groton (estado de Connecticut). A construção dos Delaware e Vermont vai terminar em 2019.


submarino da classe Virginia
Submarino da Classe Virgínia © AP Photo / Robert F. Bukaty

Os dois submarinos pertencem à classe Virginia, que recebeu seu nome do primeiro submarino dessa classe, USS Virginia (SSN-774), entregue à Marinha dos EUA em 2004.

Os Delaware e Vermont têm equipamento eletrônico e de rádio moderno, produzem pouco ruído e serão equipados com 12 mísseis de cruzeiro de alta precisão Tomahawk.

Os submarinos nucleares de ataque da classe Virginia são submarinos polivalentes da Marinha dos EUA de quarta geração e se destinam para missões de longa duração em alto mar ou no litoral.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas