Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Exército brasileiro promove operação para combater o comércio ilegal de armas e munições

O Exército Brasileiro, por meio do Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC), inicia, em 16 de outubro de 2018, a operação “Alta Pressão VII”, que visa intensificar as medidas de fiscalização no comércio de armas de fogo e munições. A ação acontece em todo território nacional, envolvendo as doze Regiões Militares (RM).


DefesaNet

A operação, bem como as demais voltadas para a fiscalização de Produtos Controlados pelo Exército, tem causado um impacto direto na segurança pública. De acordo com o Centro de Operações de Produtos Controlados, responsável pelo monitoramento, 24 horas, sete dias por semana, da rede de fiscalização, em todo o País, essas ações têm alcançado relevantes resultados nacionais.


Todo o trabalho faz parte do projeto da nova governança do sistema implantado em 2015. A iniciativa tem provocado verdadeira transformação, com mudanças significativas em seus pilares, resultando em um sistema transformado, moderno e eficaz, que utiliza como modelo motivador o seu novo lema: “SisFPC: Você pode confiar!”.

Histórico:

Esta é a segunda operação do mesmo gênero este ano. Na primeira, “Operação Alta Pressão VI”, ocorrida de 19 a 22 de junho, o trabalho conjunto com o apoio das polícias federal e rodoviária federal, das polícias civil e militar, do corpo de bombeiros militar dos estados e das agências fazendárias dos níveis federal, estadual e municipal, resultou em 154 autuações e uma interdição, sendo apreendidas 158 armas de fogo, 30.195 munições, 105 airsoft (armas de pressão), 30 lunetas e 41 Kg de pólvora.

Foram empregados 774 militares do Exército e 367 integrantes dos Órgãos de Ordem e Segurança Pública e agências governamentais que, no total, percorreram a distância de mais de 100 mil quilômetros, fiscalizando 906 estabelecimentos comerciais.

Ambiente Interagências e Segurança Pública:

O Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados, coordenado pela Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), realiza operações de fiscalização de forma interagências, complementando o Poder de Polícia Administrativa do Exército, nessas situações operacionais, com o Poder de Polícia Judiciária dos Órgãos de Ordem e Segurança Pública.

Dessa forma, é possível atuar com maior eficácia contra os ilícitos encontrados, produzindo resultados mais expressivos e duradouros na promoção da segurança e do bem-estar da sociedade brasileira, pelo Exército Brasileiro, que nunca para.

Fonte: Verde Oliva

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas