Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Irã lança mísseis balísticos contra organizadores do atentado em Ahvaz (VÍDEOS)

Os militares iranianos realizaram um ataque de mísseis contra os organizadores do atentado na cidade de Ahvaz em 22 de setembro e contra suas instalações na margem leste do rio Eufrates na Síria, informou o portal Sepah News.


Sputnik

Segundo o portal, o ataque, efetuado pela divisão aeroespacial do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica do Irã, causou um grande número de mortos e feridos entre os terroristas.
A mídia informou que se trata de mísseis balísticos terra-terra.


Míssil iraniano de longo alcance, foto de arquivo
Lançamento de míssil iraniano © AP Photo / Amir Kholousi, ISNA via AP

Em 22 de setembro atiradores desconhecidos abriram fogo contra um desfile militar na cidade iraniana de Ahvaz, deixando 28 mortos e mais de 60 feridos.

A responsabilidade pelo atentado foi assumida pelo Movimento Democrático Patriótico Árabe de Ahvaz (Al-Ahvazia), ligado à Arábia Saudita.

Em 24 de setembro, o Ministério da Inteligência do Irã anunciou que 22 pessoas foram detidas por suposta conexão com o ataque mortal. Além disso, foi identificado um grupo terrorista de cinco membros que realizou o ataque.

O líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, acusou os países da região "apoiados pelos EUA" de serem responsáveis pelo ataque terrorista na cidade de Ahva.

O chanceler iraniano, Javad Zarif, também acusou os "patrocinadores regionais do terrorismo e seus senhores norte-americanos" de terem organizado o ataque.


Veja os vídeos:

https://twitter.com/twitter/statuses/1046550648127455232

https://www.facebook.com/br.sputnik/videos/282348529045042/

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas