Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Irã se equipa com mísseis balísticos antinavio de longo alcance, segundo general iraniano

O comandante da Força Aeroespacial do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica do Irã, brigadeiro-general Amir Ali Hajizadeh, comunicou que o Irã conseguiu desenvolver um míssil balístico antinavio de 700 quilômetros de alcance, comunicou a agência Tasnim.


Sputnik

Na terça-feira (16), em seu discurso a altos funcionários e oficiais militares, o brigadeiro Hajizadeh declarou que "o mundo está testemunhando [o fato] de que no setor de mísseis a República Islâmica do Irã ocupa o primeiro lugar na região."


IRGC Equipped with Long-Range Anti-Ship Ballistic Missile: Commander
Comandante da Força Aeroespacial do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica do Irã, brigadeiro-general Amir Ali Hajizadeh

"Hoje em dia, nós conseguimos produzir um míssil terra-mar balístico, não de cruzeiro, que tem tecnologia complicada", disse o brigadeiro, acrescentado que eles podem atingir navios de guerra à distância de 700 quilômetros.

Segundo ele, todos os mísseis iranianos de alcance de 200 a 2.000 quilômetros têm uma precisão extrema. Porém, o militar não comunicou detalhes ou o nome do míssil.

Nos últimos tempos, os especialistas e desenvolvedores militares iranianos têm feito avanços significativos, tornando as forças armadas do país autossuficientes na esfera de armamentos, comunicou a agência Tasnim.

Representantes oficiais do Irã repetiram por várias vezes que o país não hesitaria em reforçar suas capacidades militares, todas elas destinadas completamente à defesa. Segundo eles, as capacidades militares iranianas nunca serão sujeitas a negociações.

Comentários

Postagens mais visitadas