Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Japão lança submarino movido a baterias de íons de lítio (VIDEO)

O 11º submarino da classe “Soryu”, Oryu (SS-511), foi lançado no estaleiro da Mitsubishi Heavy Industries em Kobe no dia 4 de outubro. O Oryu apresenta uma significativa atualização de projeto: é o primeiro submarino do Japão alimentado por baterias de íons de lítio.


Poder Naval

O Oryu, construído para a Força Marítima de Autodefesa do Japão (JMSDF) é o sexto construído pela MHI, os outros cinco foram construídos pela Kawasaki Shipbuilding Corporation, subsidiária de construção naval da Kawasaki Heavy Industries. A quilha do Oryu foi batida em novembro de 2015 e o submarino está previsto para ser entregue à JMSDF em março de 2020.



A quilha do primeiro submarino da classe, Soryu (SS-501), foi batida em março de 2005. Foi lançado em dezembro de 2007 e comissionado em março de 2009.

O mais recente submarino classe “Soryu”, o Seiryu (SS-509) foi incorporado à JMSDF em 12 de março de 2018.

Todos os submarinos da classe são batizados com nomes de dragões: Soryū significa Dragão Azul, Hakuryū (2º da classe) Dragão Branco, Sekiryū (8º na classe) Dragão Vermelho. Shoryu (10º na classe) Dragão Voador.

Oryu (お う り ゅ う ou 凰 龍 em kanji) significa Dragão Fênix.

Características principais
Comprimento: 84,0 m
Boca: 9,1 m
Deslocamento: 2.950 Toneladas
Velocidade: 20 nós

Doze submarinos da classe “Soryu” estão planejados para a JMSDF. Os décimo primeiro e décimo segundo submarinos terão autonomia subaquática aprimorada graças às baterias de íons de lítio. A classe é uma versão melhorada do submarino da classe “Oyashio”. Os submarinos da classe “Soryu” são os maiores submarinos convencionais do mundo até a presente data.

Eles têm um excelente histórico operacional e estão equipados com tecnologias de última geração, incluindo sistemas de propulsão independentes da atmosfera (AIP) que permitem que permaneçam totalmente submersos por longos períodos de tempo e tecnologias stealth avançadas que os tornam mais difíceis de detectar.

Em comparação com os submarinos anteriores da classe “Soryu”, o Oryu não usa baterias de chumbo-ácido, mas as de lítio, projetadas pela GS Yuasa. Diz-se que essas baterias de alto desempenho armazenam o dobro da energia.

FONTE: Navy Recognition


Comentários

Postagens mais visitadas