Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Os sequestadores dos guardas de fronteira do Irã recebem resposta firme do IRGC

A tarefa não foi grande e receberá a resposta severa da Guarda Revolucionária Islâmica, disse, nesta quarta-feira o comandante do IRGC na província de Semnan, a oeste de Teerã.


Pars Today

"Os espiões dos inimigos deixaram os guardas da fronteira inconscientes e os seqüestraram", disse o major-general Mohammad-Ali Jafari.

Os sequestadores dos guardas de fronteira do Irã recebem resposta firme do IRGC
Major-general Mohammad-Ali Jafari | Reprodução

"Eles repetidamente tentaram assumir o controle da delegacia de fronteira, mas não prevaleceram", disse o general Jafari.

"Inimigos do Irã liderados pelos EUA, o regime sionista e a Arábia Saudita têm planos e investimentos para alcançar seus objetivos sinistros, e nós frustramos a maioria deles."

Quatorze Basij (forças voluntárias) e forças da guarda de fronteira foram seqüestrados por terroristas na manhã de terça-feira na fronteira do Sistão com o Paquistão.

Após o incidente, o Corpo da Guarda da Revolução Islâmica disse em um comunicado que o Paquistão deve combater terroristas e bandidos que se aninharam ao longo das fronteiras e são apoiados por alguns condados reacionários e terroristas regionais.

Medidas para prender os terroristas e libertar os sequestrados estão no topo da agenda das forças de defesa e segurança implantadas nas áreas de fronteira, disse o comunicado.

Acredita-se que o ato terrorista seja um trabalho interno, acrescentou a declaração do IRGC.

Ataques terroristas são realizados na fronteira entre o Irã e o Paquistão de tempos em tempos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas