Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Os sequestadores dos guardas de fronteira do Irã recebem resposta firme do IRGC

A tarefa não foi grande e receberá a resposta severa da Guarda Revolucionária Islâmica, disse, nesta quarta-feira o comandante do IRGC na província de Semnan, a oeste de Teerã.


Pars Today

"Os espiões dos inimigos deixaram os guardas da fronteira inconscientes e os seqüestraram", disse o major-general Mohammad-Ali Jafari.

Os sequestadores dos guardas de fronteira do Irã recebem resposta firme do IRGC
Major-general Mohammad-Ali Jafari | Reprodução

"Eles repetidamente tentaram assumir o controle da delegacia de fronteira, mas não prevaleceram", disse o general Jafari.

"Inimigos do Irã liderados pelos EUA, o regime sionista e a Arábia Saudita têm planos e investimentos para alcançar seus objetivos sinistros, e nós frustramos a maioria deles."

Quatorze Basij (forças voluntárias) e forças da guarda de fronteira foram seqüestrados por terroristas na manhã de terça-feira na fronteira do Sistão com o Paquistão.

Após o incidente, o Corpo da Guarda da Revolução Islâmica disse em um comunicado que o Paquistão deve combater terroristas e bandidos que se aninharam ao longo das fronteiras e são apoiados por alguns condados reacionários e terroristas regionais.

Medidas para prender os terroristas e libertar os sequestrados estão no topo da agenda das forças de defesa e segurança implantadas nas áreas de fronteira, disse o comunicado.

Acredita-se que o ato terrorista seja um trabalho interno, acrescentou a declaração do IRGC.

Ataques terroristas são realizados na fronteira entre o Irã e o Paquistão de tempos em tempos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas