Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

OTAN e Israel não poderão copiar tecnologias do sistema S-300, considera especialista

O atual sistema de proteção de dados do complexo, além do trabalho da contrainteligência da Rússia, não permitirá que Washington e Tel Aviv copiem ou obtenham a tecnologia do sistema de defesa antiaérea S-300, declarou o diretor do Centro de Análise do Comércio Mundial de Armas da Rússia, Igor Korotchenko.


Sputnik

Nos anos 90, um sistema S-300 foi transferido pela Bielorrússia para os EUA e hoje ele está também em serviço em dois países membros da OTAN — Grécia e Chipre.

Sistema S-300 de defesa aérea
S-300 Favorit © AP Photo / Ivan Sekretarev

Durante uma mesa-redonda da Sputnik sobre a entrega dos S-300 à Síria e as mudanças associadas ao realinhamento de forças no Oriente Médio, o analista afirmou que são boatos "todas as especulações que estão sendo produzidas em Israel e nos EUA sobre essa tecnologia".

"O sistema de proteção de dados, a contrainteligência e as medidas de segurança em todos os estágios do projeto, produção e fornecimento desses sistemas, garantem que a Rússia, tal como era proprietária do know-how do S-300, assim continua sendo", afirmou.

No final de setembro, o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, anunciou medidas para melhorar a segurança das Forças Armadas russas na Síria em resposta à queda de um Il-20, pela qual a Rússia responsabilizou Israel.

Em 2013, Moscou havia suspendido a entrega dos S-300 a Damasco a pedido de Israel, mas a situação mudou. A Rússia entregou recentemente os sistemas de defesa antiaérea ao país árabe.

Segundo Shoigu, quatro lançadores e outros equipamentos já foram entregues, além da oferta de treinamento aos militares sírios por três meses.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas