Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Pane durante aproximação faz com que caça americano F-15 realize pouso forçado (VÍDEO)

Um caça americano F-15C Eagle teria efetuado pouso de emergência na base aérea RAF Lankenheath, localizada na Inglaterra, que é tanto da OTAN como dos EUA, conforme indica o prefixo da aeronave.


Sputnik

No vídeo é possível ver o momento em que a aeronave se aproxima para pouso, quando algo errado surge na aeronave por circunstâncias ainda desconhecidas.


Caça americano US F-15 Strike Eagle
F-15 Strike Eagle da USAF © Sputnik / Grigoriy Sisoev

A partir desse momento, a aeronave se aproxima com uma grande razão de descida, enquanto tocava a pista diversas vezes até ter condições suficientes para alinhar e tocar a aeronave no solo, utilizando com sucesso o cabo de desaceleração BAK-12.

Além disso, é possível notar que os flaps da aeronave estão baixos, entretanto não há qualquer elevação de ruído dos motores, o que pode levar a algumas possibilidades, como total perda de potência, por exemplo, segundo artigo publicado pela revista de The Drive.

Apesar da situação de perigo, o piloto realizou o pouco com sucesso, não deixando feridos.

O incidente pode ter sido ocasionado por diversos motivos, como perda do sistema de hidráulicos ou problemas no motor, o que teria feito o piloto utilizar o cabo de desaceleração para recuperar o controle. As causas do incidente ainda são desconhecidas.


Assista aqui ao vídeo

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas