Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Pelo menos 3 soldados da OTAN feridos em ataque terrorista no leste do Afeganistão

Pelo menos três soldados da OTAN ficaram feridos em uma explosão na província de Parwan, no Afeganistão, informou a mídia local na quarta-feira citando a Resolute Support Mission.


Sputnik

A explosão foi causada por uma bomba improvisada que explodiu no distrito de Bagram, ferindo uma patrulha da OTAN, segundo a agência de notícias Pajhwok.


Soldados americanos patrulham o perímetro de um esconderijo de armas a seis quilômetros da base militar dos EUA em Bagram, Afeganistão.
Militares dos EUA no Afeganistão © AP Photo / Aaron Favila

Além disso, o chefe de polícia de Parwan, general Mohammad Mehfooz Walizada disse à agência que um homem-bomba atacou um comboio da OTAN perto da base militar dos EUA em Bagram. Ele acrescentou que um tanque da OTAN foi destruído e o atacante foi morto, mas os soldados da OTAN saíram ilesos.

O Talibã assumiu que o atacante causou baixas entre as tropas.

A missão da OTAN no Afeganistão foi lançada em 2015. Inclui mais de 13.000 recrutas que fornecem formação e aconselhamento ao pessoal de segurança aos afegãos na sua luta contra o terrorismo, particularmente contra o grupo radical Talibã.

Comentários

Postagens mais visitadas