Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Pelo menos 3 soldados da OTAN feridos em ataque terrorista no leste do Afeganistão

Pelo menos três soldados da OTAN ficaram feridos em uma explosão na província de Parwan, no Afeganistão, informou a mídia local na quarta-feira citando a Resolute Support Mission.


Sputnik

A explosão foi causada por uma bomba improvisada que explodiu no distrito de Bagram, ferindo uma patrulha da OTAN, segundo a agência de notícias Pajhwok.


Soldados americanos patrulham o perímetro de um esconderijo de armas a seis quilômetros da base militar dos EUA em Bagram, Afeganistão.
Militares dos EUA no Afeganistão © AP Photo / Aaron Favila

Além disso, o chefe de polícia de Parwan, general Mohammad Mehfooz Walizada disse à agência que um homem-bomba atacou um comboio da OTAN perto da base militar dos EUA em Bagram. Ele acrescentou que um tanque da OTAN foi destruído e o atacante foi morto, mas os soldados da OTAN saíram ilesos.

O Talibã assumiu que o atacante causou baixas entre as tropas.

A missão da OTAN no Afeganistão foi lançada em 2015. Inclui mais de 13.000 recrutas que fornecem formação e aconselhamento ao pessoal de segurança aos afegãos na sua luta contra o terrorismo, particularmente contra o grupo radical Talibã.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas