Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Pentágono envia à Alemanha maior carga militar dos últimos 20 anos

Em particular, em outubro os EUA enviaram cerca de 100 contêineres com todos os tipos de projéteis, comunica o site oficial do Comando Europeu dos EUA (EUCOM).


Sputnik

"Esta é a maior carga deste tipo desde a Operação Força Aliada de 1999", confirmou David Head, comandante do Esquadrão de Munições 86, que presta serviço na base.


Soldados estadunidenses descarregam munições recém-entregues na base militar de Ramstein (Alemanha)
Soldados estadunidenses descarregam munições recém-entregues na base militar de Ramstein (Alemanha) | CC0 / FORÇA AÉREA DOS EUA

"As munições que recebemos serão usadas em futuros teatros de operações", declarou, citado pelo site do EUCOM.

Ao mesmo tempo, o comandante da aviação do esquadrão, Arthur Myrick, explicou que os armamentos vão servir aos interesses da Iniciativa Europeia de Dissuasão da OTAN e irão aumentar o material militar de reserva da Força Aérea dos EUA na Europa.

A Iniciativa Europeia de Dissuasão (EDI) visa melhorar a capacidade de resposta e a velocidade das tropas ao posicionar com antecedência munições, combustível e equipamento para, por sua vez, aumentar a capacidade do Pentágono de responder rapidamente a qualquer ameaça, explicam representantes do EUCOM.

A base aérea de Ramstein, localizada no sudoeste da Alemanha, é de importância estratégica para os Estados Unidos, sendo a sede da Força Aérea norte-americana na Europa.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas