Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Putin: Moscou ajudará Damasco a eliminar terroristas em Idlib

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alegou que Moscou pode ajudar Damasco a eliminar a ameaça terrorista em Idlib em caso de provocação.


Sputnik

Além disso, o presidente da Rússia confirmou que Moscou, Paris, Berlim e Ancara assinaram uma declaração conjunta sobre a Síria neste sábado em Istambul.


Resultado de imagem para vladimir putin
Vladimir Putin | Reprodução

"A declaração conjunta reflete a vontade da Rússia, Turquia, Alemanha e França de continuar aprofundando a cooperação com objetivo de melhorar a situação na Síria, promover o diálogo sírio e de realizar as reformas necessárias", disse o líder russo durante uma coletiva de imprensa ao final da reunião.

Putin também pediu para que o comitê constitucional sírio iniciasse os trabalhos o mais breve possível e advertiu que a necessidade de mudança no país árabe é clara.

"Esperamos que o lado turco termine o mais breve possível a evacuação das forças da oposição, das armas pesadas e das unidades militares da zona desmilitarizada", disse o presidente russo.

Vladimir Putin também propôs realizar uma conferência internacional sobre refugiados sírios e observou que, junto com seus colegas, viu a necessidade de expandir o termo "ajuda humanitária".

Comentários

Postagens mais visitadas