Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Rebeldes houthi explodem tanque saudita (VÍDEO)

Os rebeldes Houthi aniquilaram um tanque M1A2S Abrams das Forças Armadas Sauditas. O vídeo da explosão foi postado no Twitter.


Sputnik

O tanque estava localizado na província saudita de Jizan, que faz fronteira com o Iêmen. Na gravação, você pode ver como a equipe de Abrams atira contra os Houthis.


Tropas do exército saudita deixam posições durante o ataque de Houthi | Reprodução Twitter

​Um projétil lançado de uma arma desconhecida atingiu o tanque e forçou sua tripulação a abandoná-lo. Depois disso, os rebeldes o incendiaram.

O M1 Abrams é o principal tanque de combate dos EUA e é produzido em massa desde 1980. Foi colocado a serviço das Forças Armadas de diferentes países, incluindo a Arábia Saudita.

Desde 2014, o Iêmen passou por um conflito armado entre os partidários do presidente Abd Rabu Mansur Hadi e os rebeldes Houthi do movimento Ansar Allah. Em março de 2015, uma coalizão liderada pela Arábia Saudita e composta principalmente pelos países do Golfo Pérsico interveio no conflito do governo.


Veja o VIDEO

Comentários

Postagens mais visitadas