Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Revelada versão principal da causa do acidente mortal com caça ucraniano Su-27

A versão principal da causa do acidente com o caça ucraniano Su-27, ocorrido na terça-feira (16) na região ucraniana de Vinnitsa, foi a violação de regras de voo ou de preparação prévia ao voo, comunicou ao portal Obozrevatel o porta-voz da Procuradoria Militar da Ucrânia, Andrei Kiselev.


Sputnik

Ele destacou que outras versões ainda não foram excluídas pela comissão de investigação do acidente.


Su-27
Sukhoi Su-27 Flanker © Foto: Sukhoi Company

"Também são possíveis outras [versões], mas isso só se tornará certo depois de nós termos conclusões da comissão de especialistas do Ministério da Defesa e do laboratório de aviação, que estão trabalhando no lugar do acidente", explicou Kiselev.

Segundo contou o porta-voz ao portal ucraniano Obozrevatel, os especialistas estão examinando a documentação de voo e outros documentos ligados ao avião Su-27 que caiu na Ucrânia.

A tragédia ocorreu na terça-feira (16) no povoado de Ulanov, na região de Vinnitsa, quando o avião realizava um combate simulado durante os exercícios internacionais Clear Sky 2018.

De acordo com as últimas informações fornecidas pelo Ministério da Defesa da Ucrânia, dois militares de cidadania ucraniana e norte-americana morreram no acidente.

Segundo as fontes da mídia ucraniana, os pilotos não comunicaram quaisquer falhas ou outros perigos. A versão sobre dificuldades de comunicação entre os pilotos foi excluída, visto que o militar ucraniano sabia falar inglês. As Forças Armadas da Ucrânia declararam que o Su-27 não tinha avarias.

Os eventos planejados para 18 e 19 de outubro no âmbito dos exercícios foram cancelados.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas