Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Rússia poderá vender armas a Cuba no valor superior a US $ 50 milhões

A Rússia emprestará a Cuba mais de US$ 50 milhões para compras de equipamento militar russo, informou o jornal russo Kommersant, citando duas fontes na esfera de cooperação técnica e militar dos dois países.


Sputnik

De acordo com as fontes, os respectivos acordos serão assinados durante a 16ª comissão intergovernamental sobre economia, comércio e cooperação técnico-científica, a ser realizada em Havana nos dias 29 e 30 de outubro. No entanto, nem a Rússia nem Cuba confirmaram os relatos.

Tanque ruso T-90 armado
Tanque russo T-90 © Sputnik / Dmitry Korobeinikov

"Essa soma será revertida diretamente para a cooperação técnico-militar. Junto com este acordo, um conjunto de documentos econômicos gerais e acordos iniciados pelo ministério das Finanças da Rússia serão assinados, mas com outros valores", observou uma fonte familiarizada com as negociações.

Cuba poderá usar os recursos para adquirir veículos blindados e helicópteros. "Em separado, deverão ser adquiridas peças sobressalentes, ferramentas e equipamentos para os veículos comprados anteriormente como, por exemplo, tanques T-62 ou veículos blindados APC-60", disse a fonte.

O jornal informou que Havana também planejava comprar equipamentos industriais sob contratos separados. Além disso, a cooperação também pode resultar em um projeto conjunto para produção de armamentos leves.

O contrato de empréstimo anterior entre a Rússia e Cuba na referida esfera foi concluído em 2009 e posteriormente foi prorrogado por duas vezes, em 2010 e 2011. Em 2017, Havana se dirigiu formalmente à Rússia solicitando a modernização do equipamento operacional do país.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas