Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Sem precedentes: Ucrânia e Japão estreitam laços no campo militar

A Ucrânia e o Japão realizaram as primeiras conversações sobre questões da segurança, subscrevendo um memorando sobre cooperação na esfera da defesa, comunicou no sábado (13) o Ministério da Defesa ucraniano.


Sputnik

"No Ministério das Relações Exteriores do Japão, em 12 de outubro tiveram lugar as primeiras conversações ucraíno-japonesas sobre as questões da segurança desde a proclamação da independência da Ucrânia", diz o comunicado no site do Ministério da Defesa ucraniano.


Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia
Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia © Sputnik / Maksim Blinov

Comunica-se que a delegação ucraniana foi chefiada pelo subsecretário da Defesa para Assuntos da Integração Europeia, tenente-general Anatoly Petrenko, e a japonesa pelo diretor-geral para Assuntos Internacionais do Escritório da Política de Defesa do Ministério da Defesa, Hideo Suzuki, e pelo vice-diretor do Escritório Europeu da chancelaria, Hideki Uema.

Segundo os dados do Ministério da Defesa, no decorrer das conversações as partes discutiram várias questões da esfera de segurança, trocaram opiniões sobre as ameaças atuais e futuras e os desafios à segurança regional e mundial e definiram os caminhos para o desenvolvimento posterior da cooperação na esfera da segurança e defesa.

"No mesmo dia, no Ministério da Defesa japonês decorreu a cerimônia de assinatura do memorando entre o Ministério da Defesa ucraniano e o Ministério da Defesa japonês sobre cooperação e intercâmbio na esfera da defesa. O memorando é o primeiro documento na história das relações bilaterais que confirma oficialmente as intenções das partes de desenvolver a cooperação na esfera da defesa e indica as direções principais da cooperação", diz o comunicado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas