Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Trump: "Índia vai ver em breve a resposta dos EUA sobre a compra S-400 russos"

O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou a Índia de que logo saberia a resposta de Washington à compra de sistemas S-400 da Rússia.


Pars Today

O presidente reagiu desta forma ao acordo multimilionário assinado na sexta-feira pelo primeiro-ministro indiano Narendra Modi e pelo presidente russo Vladimir Putin, através do qual Moscou fornecerá sistemas de mísseis terra-ar S-400 de longo alcance a Nova Déli.

Trump:
Vladimir Putin e Narenda Modi | Reprodução

"A Índia descobrirá. Não é assim? (...) A Índia vai descobrir ", Trump respondeu à pergunta feita por um jornalista da Casa Branca sobre a posição dos EUA sobre o acordo russo-indiano.

"Já verás. Mais cedo do que você pensa", reiterou o presidente dos EUA, que possivelmente cumprirá sua ameaça de aplicar à Índia sua chamada Lei para Combater os Adversários dos EUA através de sanções (CAATSA, por sua sigla em inglês).

Compra S-400 pela Índia revela nulidade das sanções dos EUA

A compra pela Índia de sistemas de defesa antiaéreos russos S-400 mostra que as sanções dos EUA "estão perdendo força", diz um analista político.

O chefe do Exército indiano, Bipin Rawat, disse na sexta-feira que o governo de Modi não cederá à pressão de Washington. Entendemos "que pode haver sanções contra nós, mas seguimos uma política independente", disse ele.

Os especialistas reconheceram que o S-400 russo têm certas vantagens sobre os sistemas de mísseis antiaéreos EUA MIM-104 Patriot: ambos são terra-ar capazes de derrubar caças e mísseis balísticos, mas S-400 cobrem um uma distância maior do que o Patriot, de 250 km em relação a 160 km do Patriot”. A nova geração de S-400 atinge ainda uma distância de 400 km.

Comentários

Postagens mais visitadas