Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Turquia iniciará em breve operação de grande escala contra curdos na Síria

Nesta terça-feira (30), o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que em breve a Turquia dará início a uma ofensiva de grande escala contra as forças curdas sírias a leste do rio Eufrates.


Sputnik

Discursando no parlamento do país, Erdogan afirmou que o exército turco está pronto a derrotar a "estrutura terrorista" a leste do Eufrates.


Ofensiva da Turquia na Síria (foto de arquivo)
Ofensiva turca na Síria © REUTERS / Assessoria de Imprensa das Forças Revolucionárias da Síria

"Estamos prontos para derrotar a estrutura terrorista a leste do Eufrates. Já terminamos os preparativos para essa questão. Em breve, por meio de uma operação eficaz de grande escala, vamos encurralar a organização terrorista. Chegaremos um dia à noite subitamente", afirmou.

Neste domingo (28), a agência turca Anadolu comunicou que os militares turcos efetuaram ataques de artilharia contra posições dos curdos sírios a leste do rio Eufrates, no norte da Síria.

A Turquia considera as forças de autodefesa dos curdos sírios, que atuam no norte da Síria e são apoiadas pelos EUA, como organização terrorista ligada ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), proibido na Turquia.

Em 20 de janeiro deste ano, a Turquia deu início à operação maciça Ramo de Oliveira contra as formações curdas em Afrin. O Exército Livre da Síria (FDS) também atua nesta área. O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou em 18 de março que Afrin é controlada pelo exército turco e pelo Exército Livre da Síria. As autoridades sírias condenaram as ações da Turquia, declarando que este território é parte integrante da Síria.

Comentários

Postagens mais visitadas