Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Turquia iniciará em breve operação de grande escala contra curdos na Síria

Nesta terça-feira (30), o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que em breve a Turquia dará início a uma ofensiva de grande escala contra as forças curdas sírias a leste do rio Eufrates.


Sputnik

Discursando no parlamento do país, Erdogan afirmou que o exército turco está pronto a derrotar a "estrutura terrorista" a leste do Eufrates.


Ofensiva da Turquia na Síria (foto de arquivo)
Ofensiva turca na Síria © REUTERS / Assessoria de Imprensa das Forças Revolucionárias da Síria

"Estamos prontos para derrotar a estrutura terrorista a leste do Eufrates. Já terminamos os preparativos para essa questão. Em breve, por meio de uma operação eficaz de grande escala, vamos encurralar a organização terrorista. Chegaremos um dia à noite subitamente", afirmou.

Neste domingo (28), a agência turca Anadolu comunicou que os militares turcos efetuaram ataques de artilharia contra posições dos curdos sírios a leste do rio Eufrates, no norte da Síria.

A Turquia considera as forças de autodefesa dos curdos sírios, que atuam no norte da Síria e são apoiadas pelos EUA, como organização terrorista ligada ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), proibido na Turquia.

Em 20 de janeiro deste ano, a Turquia deu início à operação maciça Ramo de Oliveira contra as formações curdas em Afrin. O Exército Livre da Síria (FDS) também atua nesta área. O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou em 18 de março que Afrin é controlada pelo exército turco e pelo Exército Livre da Síria. As autoridades sírias condenaram as ações da Turquia, declarando que este território é parte integrante da Síria.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas