Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Turquia revela quando começará a instalar sistemas S-400 russos

O ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar, indicou as datas previstas de instalação dos sistemas de defesa aérea russos S-400.


Sputnik

Segundo ele, a instalação dos sistemas no território da Turquia começará daqui a um ano.


Sistemas de mísseis S-400 Triumph do regimento de defesa antiaérea na cidade russa de Teodósia, na Crimeia
S-400 Triumph © Sputnik / Sergei Malgavko

"Os trabalhos para instalar os sistemas começarão em outubro de 2019. Agora estamos recrutando o pessoal", disse o ministro. Após a seleção, os especialistas viajarão para a Rússia para serem treinados e depois voltarão à Turquia para iniciar a instalação, acrescentou Akar, citado pela mídia turca.

De acordo com o ministro, o programa de fornecimento de caças norte-americanos F-35 à Turquia será prosseguido, devendo os próximos aviões ser entregues em março do ano que vem.

Na semana passada, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan confirmou que a Turquia espera receber os sistemas russos em breve.

A Turquia teria começado a construir em setembro uma plataforma para os S-400, apesar das pressões de Washington.

Ancara e Moscou assinaram um contrato de fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos S-400 em dezembro de 2017. As partes também acordaram a cooperação tecnológica no campo do desenvolvimento da produção destes sistemas na Turquia.

Os Estados Unidos e outros representantes da OTAN, da qual a Turquia faz parte, expressaram preocupações quanto à compatibilidade das armas de produção russa com seus sistemas de defesa, afirmando ainda que isso poderia dar à Rússia acesso às tecnologias do F-35, caso o avião seja sincronizado com os S-400.

Anteriormente foi informado que o Congresso dos EUA tinha a intenção de parar o fornecimento de aviões F-35 à Turquia por causa dos planos de Ancara de comprar os sistemas antiaéreos russos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas