Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Caça Saab JAS 39E Gripen voa com mísseis Meteor

Em outubro, a Saab completou com sucesso um voo de teste de uma aeronave Gripen E com o míssil ar-ar Meteor Beyond Visual Range (BVRAAM) pela primeira vez.


Poder Aéreo

O voo incluiu dois mísseis Meteor e a aeronave Gripen E (designada 39-8) foi
operado a partir do aeródromo da Saab em Linköping, Suécia.

Caça Saab JAS 39E Gripen voa com mísseis Meteor
Caça Saab JAS 39E Gripen voa com mísseis Meteor

“A aeronave continua a ter um desempenho tão bom quanto o que vimos em toda a fase de teste de voo, voando com cargas externas. Estou realmente ansioso para as próximas etapas do programa de testes de voo, levando-nos cada vez mais perto de concluir a integração de armas. O Meteor torna o Gripen E extremamente capaz no papel de dominância aérea”, diz Robin Nordlander, piloto de teste experimental do Gripen, Saab.

Este teste com o Meteor faz parte do progresso da integração de armas no programa de testes Gripen E e atinge um importante marco no acordo com o cliente sueco. O próximo passo é continuar a voar com diferentes configurações e expandir gradualmente o envelope de voo.

O Meteor é um BVRAAM guiado por radar ativo, superior a outros mísseis de seu tipo, e capaz de atacar alvos aéreos de forma autônoma, dia ou noite, em todos os climas e em ambientes severos de guerra eletrônica. O sistema de propulsão ramjet do míssil dá ao Meteor seu desempenho de alta velocidade e a energia para derrotar alvos rápidos e em movimento a uma distância muito longa. O Gripen C/D com a Força Aérea Sueca em 2016 foi o primeiro caça do mundo a operar com o míssil Meteor.

O programa Meteor é uma das colaborações de defesa mais bem-sucedidas da Europa e vê o Reino Unido, a França, a Alemanha, a Itália, a Espanha e a Suécia unirem-se para criar um fator de mudança para o combate aéreo. A Saab é parceira no programa Meteor em conjunto com a Prime Contractor MBDA UK.

FONTE: Saab

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas