Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Consequências devastadoras do bombardeio israelense contra Faixa de Gaza

Devido às elevadas tensões, Israel decidiu bombardear Faixa de Gaza, após Gaza lançar mais de 300 foguetes contra Israel.


Sputnik

As tensões entre Israel e Palestina não são de hoje, e ficou ainda pior depois que os palestinos protestaram na fronteira de Gaza. Durante os protestos foram lançados balões e pipas incendiários, com a intenção de provocar incêndios em Israel.


Prédios em ruínas após ataques com mísseis lançados por Israel na Faixa de Gaza
Prédios em ruínas após ataques com mísseis lançados por Israel na Faixa de Gaza. Israel e Faixa de Gaza lançaram mísseis um no outro após tiroteio durante operação militar de Tel Aviv no território do enclave, onde um oficial israelense e seis palestinos foram mortos. © SPUTNIK / AHMED ABED

Durante a noite de 12 para 13 de novembro, foram lançados mais de 300 foguetes de Gaza contra Israel, que, em resposta, realizou um ataque aéreo contra o "quartel-general da inteligência militar do Hamas".

Os alvos do ataque aéreo israelense incluíam bases militares, armazéns de armas, túneis subterrâneos e três edifícios governamentais utilizados pelo movimento Hamas para fins militares.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas