Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Como governo Trump esvaziou resolução da ONU contra estupro em guerras

A oposição do presidente americano, Donald Trump, à legalização do aborto levou ao esvaziamento de uma resolução das Nações Unidas contra o uso de violência sexual como arma de guerra.
BBC News Brasil

Os Estados Unidos retiraram todas as referências a "saúde sexual e reprodutiva" do texto, o que, na prática, reduz o peso da resolução. O documento havia sido submetido pela Alemanha ao Conselho de Segurança da ONU. Estados Unidos, China e Rússia ameaçaram vetá-lo, se fosse mantida a redação original.

O governo Trump se opôs às menções à "saúde sexual e reprodutiva" das mulheres, com o argumento de que esse termo indica apoio ao aborto. Uma versão da resolução que exclui essa frase foi aprovada por 13 votos a 0, com abstenções de Rússia e China.

O embaixador da França nas Nações Unidas, François Delattre, criticou a exclusão do trecho, dizendo que a decisão afeta a dignidade das mulheres.

"É intolerável e incompreensível que o Conselho de Segurança da ONU seja incapaz…

Corveta Caboclo conclui Expedição Protrindade

No período de 20 de setembro a 5 de outubro, a Corveta “Caboclo”, subordinada ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Leste, realizou a comissão “Expedição Protrindade VII/2018”, em apoio à Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (SECIRM). 


Poder Naval

O propósito é prover os meios e o apoio necessários ao transporte, à permanência de pesquisadores e à realização de pesquisas científicas na Ilha da Trindade, Arquipélago de Martin Vaz e áreas marítimas adjacentes.

Corveta Caboclo | Reprodução

O Protrindade, criado em 2007, é destinado a gerenciar o desenvolvimento de pesquisas científicas, e possibilitar a obtenção, a sistematização e a divulgação de conhecimentos científicos sobre a região.

O navio desatracou da Base Naval de Aratu (BNA) com sete pesquisadores, realizou travessia de três dias até chegar ao Posto Oceanográfico da Ilha da Trindade (POIT), localizado no Oceano Atlântico a cerca de 1.100km de Vitória-ES. Durante os quatro dias em que permaneceu fundeado nas proximidades da ilha, o navio realizou apoio logístico e contribuiu para que os pesquisadores desenvolvessem seus trabalhos no local, além de prestar apoio às atividades de mergulho. Na segunda fase da comissão, fundeado nas proximidades do Arquipélago dos Abrolhos, realizou ação de presença, antes de retornar à BNA.

Nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, no porto de Vitória, a Corveta “Caboclo” recebeu mais de 1.500 pessoas durante a visitação pública.

FONTE: Marinha do Brasil

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas