Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Curdos resistem a ataque do Daesh na Síria e matam mais de 30 terroristas

Membros do movimento das Forças Democráticas Sírias (FDS) repeliram uma série de contra-ataques realizados pela organização terrorista Daesh (autodenominada Estado Islâmico) na província de Deir ez-Zor, leste da Síria, informou a imprensa local.


Sputnik

A agência de notícias curda ANF reportou neste domingo que os terroristas aproveitaram as fortes chuvas na região e atacaram as posições das FDS ao norte e ao noroeste da cidade de Hajin, em Deir ez-Zor. Os terroristas estavam usando armas pesadas.


Fighters from the SDF. (File)
Militantes curdos © AP Photo / Syrian Democratic Forces

As tropas conseguiram matar pelo menos 31 membros do Daesh, deixando dezenas de outros feridos. Dois veículos dos terroristas também foram destruídos, um deles carregado de explosivos.

As FDS são o conjunto de milícias formadas principalmente por curdos que controlam o nordeste da Síria e são apoiadas pelos EUA. Defendem a criação de um estado curdo de orientação secular e democrático. Damasco considera as ações do grupo como ilegais e a Turquia acusa as FDS de ser uma extensão dos separatistas curdos turcos, a quem classifica como "terroristas".

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas