Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

EI reivindica atentado em mesquita em base militar no Afeganistão

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu neste sábado a autoria do atentado cometido ontem em uma mesquita no interior de uma base do Exército do Afeganistão na província de Khost, no leste do país.


EFE

Cairo - A agência "Amaq", vinculada ao EI, indicou em comunicado divulgado através do Telegram, cuja autenticidade não pôde ser comprovada, que o ataque suicida causou a morte de pelo menos 50 soldados do exército afegão e outros 110 ficaram feridos.


Soldado afegão em foto de 11 de novembro. EFE/ Jawad Jalali
Soldado afegão em foto de 11 de novembro. EFE/ Jawad Jalali

Por sua vez, o porta-voz do governador de Khost, Talib Mangal, afirmou ontem que nove militares afegãos morreram e 23 ficaram feridos na explosão.

O Afeganistão atravessa um de seus períodos mais sangrentos desde o fim da missão de combate da Otan em janeiro de 2015.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas