Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Especialista explica o que torna Su-35 russo um dos melhores caças da atualidade

O caça russo conquistou sua fama por ser uma aeronave de superioridade inigualável, o que o torna uma das melhores aeronaves em operação da atualidade.


Sputnik

Segundo o especialista da revista The National Interest, Sebastien Roblin, o que mais chama a atenção no Su-35 é sua supermanobrabilidade, atingida graças aos motores turboreativos AL-41F1S, que permitem, assim, ataques de ângulos muito altos, além da execução de manobras mais difíceis, evitando os mísseis inimigos.


Caças multifuncional russo Su-35 da geração 4++
Sukhoi Su-35 | CC BY 2.0 / Dmitry Terekhov

Outros detalhes que o tornam superior correspondem à utilização de mísseis de radares autoguiados e ao arsenal de mísseis destinados a lutar contra sistemas de radares de longo alcance. Vale destacar que podem ser reabastecidos no ar em condições de guerra radioeletrônica.

A supermanobrabilidade do Su-35 se deve ao fato de a aeronave ser construída na sólida plataforma do Su-27, o que faz com que a aeronave vença um conflito contra um caça de quinta geração, como o F-22 americano Raptor. Além disso, o caça russo pode alcançar uma velocidade máxima de Mach 2,25 em altitude elevada, igualando ao caça americano F-22 e sendo mais veloz do que os caças F-35 e F-16.

O especialista também cita outro diferencial do caça russo: os armamentos que integram a aeronave. Por exemplo, os mísseis K-77M com alcance superior a 190 km, os R-74 guiados por infravermelho, onde o piloto pode utilizar um sistema de pontaria ótica no capacete, além dos R-27 e R-37 destinados a lutar contra sistemas de radares de longo alcance e guerra radioeletrônica.

E claro, sem contar o radar Irbis-E de matriz faseada passiva com escaneamento eletrônico, assim como o sistema ótico de localização OLS-35.

Todas essas qualidades fazem do caça russo uma aeronave superior, podendo ser considerado um dos melhores caças da atualidade. Lembrando que em combate, o resultado dependerá de outros fatores, como perfil da missão, treinamento do piloto e números de aeronaves combatentes.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas