Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

EUA oferecem US$ 5 milhões pela 'cabeça' de líderes do Hamas e Hezbollah

Os Estados Unidos estão oferecendo recompensas de até US$ 5 milhões por informações sobre um líder da organização palestina Hamas e 2 líderes do Hezbollah, grupo baseado no Líbano, informou o Departamento de Estado em um comunicado à imprensa.


Sputnik

"O Programa Recompensas para Justiça do Departamento de Estado dos EUA está oferecendo recompensas de até US$ 5 milhões cada por informações que levem à identificação ou localização do líder do Hamas, Salih al-Aruri, e dos líderes libaneses do Hezbollah, Khalil Yusif Mahmoud Harb e Haytham 'Ali Tabataba'I", divulgou o comunicado foi divulgado na terça-feira.


Militantes do Hamas em Gaza
Militantes do Hamas © AP Photo / Khalil Hamra

Salih al-Aruri é um deputado do gabinete político do Hamas e um dos fundadores das Brigadas Izzedine al-Qassam, a ala militar do Hamas, informou o comunicado.

Khalil Yusif Mahmoud Harb é assessor próximo do líder do Hezbollah, Sayyed Hassan Nasrallah, e serviu como principal contato militar do grupo com o Irã e com organizações militantes palestinas, acrescentou o comunicado.

Haytham 'Ali Tabataba'I é um dos principais líderes militares do Hezbollah que comandou as forças especiais do Hezbollah na Síria e no Iêmen, disse o comunicado.

Os Estados Unidos consideram as organizações terroristas do Hezbollah e do Hamas, enquanto outros países, incluindo Rússia e China, consideram os 2 grupos como partidos políticos legítimos.

Desde a sua criação em 1984, o programa Recompensas por Justiça pagou mais de US$ 145 milhões a mais de 90 pessoas que forneceram informações acionáveis que ajudaram a levar terroristas à justiça ou impediram atos de terrorismo internacional em todo o mundo, segundo o comunicado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas