Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Exército Sírio anuncia fim de operação contra o Daesh no sul do país

O Estado-Maior das Forças Armadas da Síria anunciou nesta segunda-feira a conclusão de uma operação militar no planalto de Safa, o último reduto do grupo terrorista Daesh, o autoproclamado Estado Islâmico, no sul do país.


Sputnik

"O Estado-Maior anuncia que depois de uma operação precisa, o Exército Sírio estabeleceu controle total sobre a região do planalto de Safa, destruindo os militantes entrincheirados lá com um grande número de armas de calibre médio e grosso", diz o comunicado obtido pela Sputnik. 


Fumaça liberada em ataque aéreo realizado pelas forças do governo sírio numa região da província de Daraa tomada por rebeldes, sul da Síria (arquivo)
Ataque do governo a terroristas em Daraa, Síria © AFP 2018 / MOHAMAD ABAZEED

Ainda de acordo com o documento, a importância dessa vitória se dá pelo fato de essa localidade ser o últimos bastião dos jihadistas no deserto do sul da Síria.

"Um território de 380 quilômetros quadrados foi liberado", afirmou o Estado-Maior.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas