Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Forças Armadas sírias destroem munições deixadas pelos terroristas perto de Damasco

As Forças Armadas sírias destruíram um conjunto de munições descoberto próximo de Damasco após a libertação do território de militantes, afirmou o comandante da 166°unidade de sapadores, Ali Suleyman.


Sputnik

Anteriormente o exército sírio havia encontrado no sul do país um grande armazém com armamentos dos terroristas. Os radicais, que operavam nas províncias de Daraa e Al-Qaryatayn, os tinham deixado quando abandonaram a área.


Resultado de imagem para Forças Armadas sírias destroem munições deixadas pelos terroristas perto de Damasco
Armas de terroristas encontradas pelo Exército da Síria | Reprodução

"O território está cheio de minas improvisadas, colocadas pelos terroristas contra as tropas sírias. A maioria desses artefatos explosivos improvisados foi descoberta por soldados sírios nas estadas depois que o território foi libertado de militantes", disse Suleyman aos repórteres.

Todos os engenhos explosivos encontrados nos subúrbios de Damasco estão sendo levados para um lugar de desativação perto da cidade.

Alguns deles são usados para destruir os edifícios danificados pela guerra que não podem ser restaurados, disse ele.

O conflito na Síria parece estar chegando ao fim; Damasco recuperou o controle sobre vastos territórios que antes eram controlados por grupos terroristas e rebeldes, tendo se iniciado o processo de reconstrução e de regresso dos refugiados.

O primeiro posto de controle foi aberto em 25 de agosto de 2018, permitindo que os sírios descolados internamente voltem para suas casas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas