Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Israel promete evitar catástrofes semelhantes à que ocorreu com aeronave russa Il-20

Israel fará todo o possível para evitar tragédias como a que ocorreu com o avião russo Il-20 abatido na Síria, disse o chefe do Departamento da Eurásia do ministério das Relações Exteriores de Israel, Yaakov Livne.


Sputnik

"No futuro, faremos tudo para que essas tragédias não aconteçam novamente, faremos tudo a nosso alcance", afirmou o diplomata.


Sistemas de defesa antiaérea russos S-300
S-300 Favorit © Sputnik / Ramil Sitdikov

Livne lembrou que foram os mísseis sírios que derrubaram o avião russo.

"Foi um acontecimento trágico, nós todos lamentamos (…) criamos um mecanismo de interação entre os militares, de modo que tais tragédias não aconteçam", frisou o representante do ministério.

Por sua vez, o deputado do Knesset, Ksenia Svetlova disse em entrevista aos jornalistas que, desde que a Rússia iniciou a instalação da defesa aérea na Síria, não houve voos militares israelenses sobre esse território.

"O [sistema] S-300 é algo que mudou o equilíbrio de forças na região", disse a deputada que faz parte da comissão de política externa e defesa da câmara baixa.

As relações entre a Rússia e Israel não vivem os seus melhores momentos nos últimos meses.

Em 17 de setembro, um avião de reconhecimento russo IL-20 foi abatido por engano pela defesa aérea síria, repelido um ataque por aviões de guerra israelenses contra Latakia.

O Ministério da Defesa russo disse que aviões de guerra israelenses haviam usado o Il-20 como um escudo, o expondo ao fogo do sistema de defesa aérea da Síria. Israel rejeitou a acusação, atribuindo responsabilidade a Damasco, a Teerã e ao movimento xiita libanês Hezbollah.

Após o incidente, a Rússia inciou o fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos S-300 para Síria, apesar dos protestos de Israel.

Comentários

Postagens mais visitadas