Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Israel realiza ataques em Gaza em resposta a mísseis lançados por militantes palestinos (VIDEO)

A Força Aérea de Israel atacou a Faixa de Gaza nesta segunda-feira (12) em resposta a disparos maciços de mísseis por parte de militantes palestinos. A informação foi divulgada pelo serviço de imprensa do Exército de Israel.


Sputnik

Foram relatados disparos de mísseis da Faixa de Gaza que teriam atingido um ônibus na região de Kfar Aza, ferindo pelo menos 7 pessoas. Posteriormente, fontes palestinas relataram um ataque da artilharia israelense perto de uma posição do Hamas na parte norte da Faixa de Gaza. 


Palestinos fugindo para se protegerem, enquanto a fumaça sobe após um ataque aéreo de Israel a um posto do Hamas, Faixa de Gaza (foto de arquivo)
Palestinos fogem de bombardeio israelense © AFP 2018 / MOHAMMED ABED

O porta-voz do Ministério da Saúde local informou que dois palestinos foram mortos após os ataques aéreos israelenses.

"Dois civis foram mortos, três ficaram feridos em conseqüência de um ataque israelense na parte norte da Faixa de Gaza", disse o porta-voz.

​​Após o incidente, Israel ativou seu sistema de defesa aérea Iron Dome. As Forças de Defesa de Israel declararam que sirenes de alerta foram acionadas na parte sul do país.

De acordo com as Forças de Defesa de Israel, cerca de 200 mísseis foram disparados da Faixa de Gaza, sendo que 60 fora interceptados pelo sistema de defesa israelense.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia publicou uma nota manifestando preocupação com os recentes ataques e pediu que as partes respeitem o cessar-fogo na região. De acordo com Moscou, a escalada da tensão no Oriente Médio pode levar a um aumento em larga escala da confrontação na Faixa de Gaza.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas