Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Número de feridos no ataque químico em Aleppo sobe para 107 (VÍDEO)

De acordo com a mídia estatal síria, já são 107 os civis que ficaram feridos na sequência de um ataque terrorista com uso de cloro na cidade síria de Aleppo.


Sputnik

Segundo comunica a agência SANA, entre os feridos estão mulheres e crianças. Em geral, sua condição é estimada como de gravidade ligeira e média, mas alguns pacientes precisaram ser internados em seções de terapia intensiva.


Vítima de um ataque químico em Aleppo, realizado em 24 de novembro de 2018
Vítima de ataque químico em Aleppo, Síria © AP Photo / SANA

Os agrupamentos terroristas da zona de desescalada em Idlib atacaram os bairros noroeste de Aleppo, disparando munições de morteiro de 120 mm alegadamente carregadas com cloro.

Os especialistas em armas químicas russos se deslocaram imediatamente aos bairros atacados e, com a ajuda de equipamentos especiais, já estão acompanhando as pessoas hospitalizadas e monitorizando a situação.

Recentemente, o representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, relembrou que a parte russa havia chamado atenção do público internacional para as tentativas dos Capacetes Brancos de organizarem provocações com substâncias tóxicas na zona desmilitarizada de Idlib, para depois alegadamente culparem o governo sírio pelos ataques.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas