Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Oficial palestino: Brasil aderiu à 'aliança negativa' ao mudar embaixada para Jerusalém

Um alto funcionário palestino condenou nesta sexta-feira o anúncio do presidente eleito de direita Jair Bolsonaro (PSL) de transferir a embaixada de Israel de seu país para Jerusalém.


Sputnik

"Esses são passos provocativos e ilegais que só desestabilizarão a segurança e a estabilidade na região", disse Hanan Ashrawi, membro do comitê executivo da Organização de Libertação da Palestina, à Agência AFP.


A bandeira palestina tremula sobre o Jardim das Rosas, na sede das Nações Unidas.
Bandeira da Palestina no Jardim das Rosas, na ONU © AP Photo / Craig Ruttle

Os Estados Unidos transferiram sua embaixada de Tel Aviv para Jerusalém em maio, provocando fúria entre os palestinos, que consideram a parte leste da cidade, anexada por Israel, a capital do seu futuro Estado.

"É muito lamentável que o Brasil tenha aderido a essa aliança negativa contra o direito internacional", declarou Ashrawi.

Na quinta-feira, Bolsonaro escreveu no Twitter que "como afirmamos anteriormente durante nossa campanha, pretendemos transferir a embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém".

"Israel é um Estado soberano e nós devemos respeitar isso", pontuou.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, considerou o movimento "histórico".

Somente os Estados Unidos e a Guatemala têm atualmente suas embaixadas em Jerusalém, enquanto outros países têm as suas em Tel Aviv.

Israel ocupou o leste árabe de Jerusalém na Guerra dos Seis Dias de 1967 e depois anexou-o em um movimento nunca reconhecido pela comunidade internacional. Hoje, Tel Aviv vê toda a cidade como sua capital.

Durante décadas, a comunidade internacional sustentou que o status da cidade deveria ser negociado entre Israel e os palestinos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas