Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Oficial palestino: Brasil aderiu à 'aliança negativa' ao mudar embaixada para Jerusalém

Um alto funcionário palestino condenou nesta sexta-feira o anúncio do presidente eleito de direita Jair Bolsonaro (PSL) de transferir a embaixada de Israel de seu país para Jerusalém.


Sputnik

"Esses são passos provocativos e ilegais que só desestabilizarão a segurança e a estabilidade na região", disse Hanan Ashrawi, membro do comitê executivo da Organização de Libertação da Palestina, à Agência AFP.


A bandeira palestina tremula sobre o Jardim das Rosas, na sede das Nações Unidas.
Bandeira da Palestina no Jardim das Rosas, na ONU © AP Photo / Craig Ruttle

Os Estados Unidos transferiram sua embaixada de Tel Aviv para Jerusalém em maio, provocando fúria entre os palestinos, que consideram a parte leste da cidade, anexada por Israel, a capital do seu futuro Estado.

"É muito lamentável que o Brasil tenha aderido a essa aliança negativa contra o direito internacional", declarou Ashrawi.

Na quinta-feira, Bolsonaro escreveu no Twitter que "como afirmamos anteriormente durante nossa campanha, pretendemos transferir a embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém".

"Israel é um Estado soberano e nós devemos respeitar isso", pontuou.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, considerou o movimento "histórico".

Somente os Estados Unidos e a Guatemala têm atualmente suas embaixadas em Jerusalém, enquanto outros países têm as suas em Tel Aviv.

Israel ocupou o leste árabe de Jerusalém na Guerra dos Seis Dias de 1967 e depois anexou-o em um movimento nunca reconhecido pela comunidade internacional. Hoje, Tel Aviv vê toda a cidade como sua capital.

Durante décadas, a comunidade internacional sustentou que o status da cidade deveria ser negociado entre Israel e os palestinos.

Comentários

Postagens mais visitadas