Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

'Passo histórico e correto', diz Netanyahu sobre mudança de embaixada brasileira

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse nesta quinta-feira (1) que a decisão do presidente eleito Jair Bolsonaro de realocar a embaixada do país sul-americano em Israel de Tel Aviv para Jerusalém é uma medida histórica e correta.


Sputnik

Bolsonaro confirmou que pretende transferir a embaixada brasileira ao jornal Israel Hayomia.


Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu © AP Photo / Gali Tibbon/Pool

"Felicito o meu amigo presidente eleito, Jair Bolsonaro, por sua intenção de transferir a embaixada brasileira para Jerusalém, um passo histórico, correto e emocionante!", escreveu o premiê israelense no Twitter.

Se o Brasil realocar sua embaixada em Israel para Jerusalém, será o terceiro país a fazê-lo, seguindo o exemplo dos Estados Unidos e da Guatemala.

Os palestinos e o mundo árabe condenam essas medidas, enquanto a Organização das Nações Unidas (ONU) insta seus Estados membros a absterem-se de mover missões diplomáticas para Jerusalém até que o status legal da cidade seja estabelecido.

Israel ocupou a região leste de Jerusalém no ano de 1967 na Guerra dos Seis Dias, e depois anexou a área, um movimento que nunca foi reconhecido pela comunidade internacional.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas