Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Pentágono: empresa receberá US$ 263 milhões para construir drones Reaper MQ-9

A fabricante norte-americana de drones, General Atomics, receberá mais de US$ 263 milhões para construir veículo aéreos não tripulados MQ-9 Reapers para a Força Aérea dos Estados Unidos, segundo divulgou o Departamento de Defesa dos EUA através de um comunicado à imprensa.


Sputnik

"A General Atomics — Sistemas Aeronáuticos, de Poway, Califórnia, recebeu US$ 263.403.355 por um contrato empresarial para a produção do MQ-9 Reaper", afirma o comunicado.


Militares norte-americanos preparam um drone MQ-9 Reaper para exercícios de voo
Drone norte-americano MQ-9 Reaper | CC BY 2.0 / Força Aérea dos EUA

O serviço estipulado pelo contrato será realizado na Califórnia e a expectativa é que seja concluído até 2021, acrescenta o comunicado.

A General Atomics espera que o modelo MQ-9B, que tem uma envergadura maior que a de seu predecessor, esteja pronto até 2025, conforme apontou o site Defense One em um texto publicado nesta semana.

O comunicado de imprensa não especifica quantos drones serão fabricados pela empresa.

Comentários

Postagens mais visitadas