Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Presença de 'assassinos de submarinos' russos na Síria é um alerta para OTAN, diz mídia

Marinha russa realizou uma busca de submarinos nas águas sírias durante exercícios militares no Mediterrâneo.


Sputnik

A Rússia vem aumentando sua presença naval nas águas da Síria, demonstrando claramente aos EUA que está apoiando o presidente sírio Bashar Assad. Além disso, ela não permitirá uma invasão da OTAN, segundo Marco Maier da revista Contra Magazin.


Fragata da Marinha russa Admiral Makarov
Fragata russa Admiral Makarov © Foto: JSC estaleiro "Yantar

Dos exercícios participaram os "assassinos de submarinos", sendo eles as fragatas Admiral Makarov e Admiral Essen, além das aeronaves embarcadas que deram apoio às embarcações. A missão tinha como objetivo detectar submarinos de inimigos virtuais.

Outra observação é que as fragatas estão equipadas com oito lançadores do sistema de mísseis Kalibr-NK. Entretanto, não é apenas isso, os navios deste projeto estão também equipados com sistemas de mísseis antiaéreos Shtil-1, Palash e AK-630M, sistemas de artilharia universal A-190 de 100 mm, tubos de torpedos e sistemas RBU-6000.

As fragatas também contam com uma plataforma de pouso e hangar para um helicóptero antissubmarino Ka-27 ou Ka-31.

Maier conclui que, com a presença da Marinha russa na Síria, a Rússia pretende mostrar que apoia o governo legítimo da Síria do presidente Bashar Assad e que não permitirá qualquer tipo de ação da OTAN, incluindo uma eventual invasão.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas