Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Rússia inicia testes finais de seu mais novo navio de guerra

A mais nova corveta da Marinha russa, Gromky, construída para a Frota do Pacífico, entrou nas águas do golfo de Pedro para realizar os testes finais, que serão acompanhados pela aviação do Distrito Militar Oriental, disse a jornalistas o porta-voz da frota, Nikolai Voskresensky.


Sputnik

"A bordo do navio há especialistas do Estaleiro Naval de Amur, onde o navio de guerra foi construído; além de oficiais de departamentos e serviços da Frota do Pacífico […] operam helicópteros Ka-27, aviões antissubmarino Tu-142 e Il-38 da aviação naval da Frota do Pacífico para verificar as características técnicas da embarcação", informou Voskresensky.


Chegada da corveta Gromky a Vladivostok, Rússia, 31 de agosto de 2018
Corveta Gromky transportada no navio-doca © Sputnik / Vitaly Ankov

Segundo ele, nos testes, planeja-se a participação de aviões de combate da Força Aérea e de sistemas de defesa antiaérea do Distrito Militar Oriental.

Gromky é a segunda corveta do projeto 20380, construída especialmente para a Frota do Pacífico no âmbito do programa de rearmamento. O navio tem 104,5 metros de comprimento, 13 metros de largura, enquanto seu deslocamento completo é de 2,2 mil toneladas. A velocidade máxima pode atingir 27 nós.

Em agosto, a corveta Gromky foi transportada de Komsomolsk-no-Amur para Vladivostok para a fase final de testes.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas