Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

ASTROS 2020: Exército Brasileiro assina contrato para terceiro lote de viaturas

No dia 28 de novembro, no Comando Militar do Planalto, o Exército Brasileiro, por intermédio do 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF), assinou, com a Empresa Estratégica de Defesa AVIBRAS, um contrato para a aquisição do terceiro lote com 13 viaturas do Sistema ASTROS, no modelo MK-6, para equipar o 16º Grupo de Mísseis e Foguetes, no escopo do Programa Estratégico do Exército (Prg EE) ASTROS 2020.


Forças Terrestres

Brasília (DF) – O Programa tem como um de seus objetivos mais significativos, contribuir com o objetivo estratégico do Exército de dissuasão extrarregional, em consonância com a Estratégia Nacional de Defesa, aprovada em 2008.


Astros 2020
Sistema Astros

Esse contrato caracteriza mais uma etapa que irá proporcionar uma nova capacidade de apoio de fogo à Força Terrestre, batendo alvos com maior precisão e à longa distância.

De acordo com o General de Exército Marcos Antonio Amaro dos Santos, Secretário de Economia e Finanças, o Prg EE ASTROS 2020 tem grande importância para o Exército pelo seu poder dissuasório e também pelo sistema que empresta à Força. “O desenvolvimento de mísseis, de até 300 km de alcance, coloca o Exército Brasileiro num patamar diferenciado em termos de capacidade dissuasória”, salientou.

O Programa tem em seu escopo o desenvolvimento do Míssil Tático de Cruzeiro, o desenvolvimento do Foguete Guiado, a modernização das viaturas do 6º GMF e a implantação do Forte Santa Bárbara, em Formosa (GO).

O Chefe do Escritório do Exército, General de Brigada Ivan Ferreira Neiva Filho, afirmou que a assinatura do contrato é importante para o Exército porque desenvolve uma capacidade que a Força Terrestre precisa. Além disso, também é relevante para a indústria de defesa, que conseguiu mostrar sua capacidade de colaborar com a defesa do Brasil.

A AVIBRAS Aeroespacial, empresa estratégica de defesa, genuinamente nacional, sediada em São José dos Campos (SP), constitui-se na principal integradora do Prg EE ASTROS 2020.

Para o Vice-Presidente da empresa, Leandro Villar, o programa fez com que a AVIBRÁS introduzisse em sua produção desenvolvimento de produtos novos, uma nova linha de fabricação do Sistema ASTROS. “A AVIBRAS depois desse programa é uma nova AVIBRÁS, principalmente pelas possibilidades de exportação desse material para mundo a fora, que tem sido muito bem aceito e tudo isso só foi possível graças à introdução desse programa lá atrás”, disse Villar.

Esse contrato representa a aquisição das seguintes viaturas:

  • Viatura Lançadora Múltipla Universal (LMU): sete unidades
  • Viatura Unidade Controladora de Fogo (UCF): duas unidades
  • Viatura Posto de Comando valor Subunidade (PCC): uma unidade
  • Viatura Posto Meteorológico (MET): uma unidade
  • Viatura Oficina Veicular e Eletrônica (OFVE): uma unidade
  • Viatura Posto de Comando valor Unidade (VCC): uma unidade

Além das autoridades supramencionadas, participaram, ainda, da solenidade de assinatura o Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Sérgio da Costa Negraes; oficiais-generais da ativa e da reserva envolvidos com o Programa ASTROS 2020; comandantes de organizações militares e convidados.

ASTROS 2020: Alcance – Precisão – Poder

O Brasil caminha para ser uma importante Nação, com projeção cada vez maior no contexto internacional, seja pela força de sua economia, com fulcro nas dimensões de seu território e na grandeza de suas riquezas, seja por sua natural liderança regional no continente sul-americano. Essas características impõem ao Brasil ter Forças Armadas estruturadas, equipadas, treinadas, adestradas, com grande poder de fogo, alcance e letalidade que lhe possibilitem respaldo as suas decisões soberanas nos foros internacionais.


Astros 2020
Astros 2020

No Processo de Transformação em desenvolvimento no Exército, foram elencadas onze novas capacidades, destacando-se a dissuasão extra regional, que se define como sendo a capacidade que tem uma Força Armada de “dissuadir a concentração de forças hostis junto à fronteira terrestre e às águas jurisdicionais e a intenção de invadir o espaço aéreo nacional, possuindo produtos de defesa e tropas capazes de contribuir para essa dissuasão e, se for o caso, de neutralizar qualquer possível agressão ou ameaça, antes mesmo que elas aconteçam”. Das várias estratégias para atingir essa capacidade, ressalta-se a que estabelece que a Força Terrestre (F Ter) possua um sistema de apoio de fogo de longo alcance e com elevada precisão.

Para atender a essa estratégia, o Comandante do Exército determinou a elaboração do Programa Estratégico ASTROS 2020, a fim de dotar a F Ter de meios capazes de prestar um apoio de fogo de longo alcance, com elevada precisão e letalidade.

Com início no ano de 2012 e previsão de término em 2023, o Programa ASTROS 2020 contempla, em seu escopo, projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D), de aquisição e de modernização de viaturas do Sistema ASTROS e de construções de instalações de organizações militares.

Na área de P&D encontram-se os projetos de desenvolvimento do Míssil Tático de Cruzeiro (MTC) de 300 Km e do Foguete Guiado SS-40G, ambos contratados junto à empresa AVIBRAS e executados em parceria com o Exército Brasileiro (EB), bem como o Sistema Integrado de Simulação ASTROS (SIS-ASTROS), desenvolvido pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

O projeto de aquisições de novas viaturas do Sistema ASTROS objetiva a compra de cerca de 50 viaturas, na versão MK-6, das quais 21 já foram adquiridas e entregues. O projeto de modernização contempla as 38 viaturas ASTROS das versões MK-2 e MK-3 do 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF) e visa colocá-las no mesmo patamar de funcionalidade e operacionalidade das viaturas MK-6. Até o momento, 30 viaturas já foram modernizadas e encontram-se em operação. Ambos projetos de aquisição e modernização são contratados junto à empresa AVIBRAS.

Na área da construção civil, o programa contempla a construção do Forte Santa Bárbara, situado na cidade de Formosa/GO, o qual irá centralizar todas as Organizações Militares relacionadas ao emprego de mísseis e foguetes do Exército Brasileiro.

O Programa Estratégico ASTROS 2020, além de ser indutor de transformação do Exército Brasileiro, participa do desenvolvimento nacional, na medida em que, alinhado com a Política Nacional de Defesa e com a Estratégia Nacional de Defesa, proporciona o fomento da Base Industrial de Defesa, possibilita a geração de mais de 7.000 empregos diretos e indiretos nas áreas de ciência, tecnologia e construção civil, além de inserir o meio acadêmico nos assuntos de defesa.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas