Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

China efetua lançamentos de míssil balístico a partir de submarino, relata mídia

O Exército Popular de Libertação da China efetuou lançamentos de teste do míssil balístico Julong-3 (JL-3) a partir de um submarino, comunica a mídia americana citando uma fonte ligada ao sistema norte-americano de alerta precoce.


Sputnik

Segundo comunica o site The Washington Free Beacon, o míssil foi supostamente lançado no fim de novembro, entre os dias 20 e 23, a partir do submarino eletro-diesel Type 032.


Teste de míssil chinês
Lançamento de míssil chinês | PLA Daily

Atualmente essa embarcação se encontra no mar de Bohai (noroeste da China), comunica a mídia, acrescentando que, antes disso, o mesmo submarino participou de lançamentos do míssil JL-2 (versão modernizada do míssil balístico DF-31).

De acordo com a edição, o míssil JL-3 de combustível líquido foi desenvolvido na base do míssil balístico intercontinental terrestre DF-41. Por suas caraterísticas, esse míssil é semelhante ao americano Trident II D-5 e ao russo R-30 Bulava, sendo capaz de eliminar qualquer alvo localizado no território continental dos EUA.

O alcance máximo dessa arma é de 14 mil quilômetros. Supõe-se que um mesmo míssil tem a capacidade de lançar várias ogivas, cada uma delas atingindo alvos de maneira independente.

Em abril desse ano, a mídia também comunicou que exército chinês efetuou lançamentos, de caráter secreto, de um míssil aerobalístico parecido com os russos Kinzhal.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas