Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

CNBC: Rússia testa com sucesso seu míssil hipersônico Tsirkon

A Rússia realizou mais um teste bem-sucedido do míssil hipersônico Tsirkon. Atualmente, os Estados Unidos são incapazes de se defender contra essa arma, informa a emissora CNBC, após consultar duas fontes familiarizadas com o relatório do serviço de inteligência dos EUA.


Sputnik

Segundo a emissora, o teste foi realizado em 10 de dezembro.

"O que estamos vendo com essa arma em particular é que os russos a projetaram para ter uma dupla finalidade, o que significa que ela pode ser usada contra um alvo no solo e contra um navio no mar", explicou uma das fontes.


Forças armadas da Rússia (imagem referencial)
© Sputnik / Vasiliy Batanov

As fontes disseram que o míssil consegue atingir a velocidade de Mach 8, cerca de oito vezes a velocidade do som.

"O teste bem-sucedido da semana passada mostrou que os russos conseguiram sustentar seu voo, o que é uma conquista crucial no desenvolvimento de armas hipersônicas", disseram os interlocutores da emissora.

Além disso, o canal informou que, desde 2015, a Rússia realizou cinco testes do míssil Tsirkon, que estará pronto para combate até 2022.

No entanto, o desenvolvedor do míssil hipersônico Tsirkon, NPO Mashinostroyeniya, consultado pela Sputnik, não quis comentar as informações do canal norte-americano.

Em 2016, a Sputnik informou que a Rússia começou a testar o míssil de cruzeiro hipersônico Tsirkon para a implantação naval.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas