Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Coreia do Sul revela 1º protótipo de seu helicóptero de ataque

A Korean Aerospace Industries (KAI) tornou público o seu primeiro protótipo de um novo helicóptero de ataque leve.


Sputnik

O helicóptero está sendo desenvolvido na sede da KAI, em Sacheon, sendo esta a primeira vez que o Estado asiático se dedica a produzir uma aeronave de combate tão avançada.


Korea Aerospace Industries (KAI) lançará protótipo de helicóptero militar leve no próximo mês.

O setor de defesa da Coreia do Sul superou seus principais rivais em diversas áreas-chave, podendo se citar como exemplo a notável qualidade dos seus destróieres da classe Sejong, o Grande, do tanque K2 Black Panther e dos jatos de treinamento T-50.

O país nunca desenvolveu um projeto tão complexo como o deste helicóptero de combate, o que representa um grande passo à frente, pois o país já havia demonstrado a sofisticação de seus outros helicópteros militares não destinados a combate, segundo a revista Military Watch.

Com a fabricação de seu próprio helicóptero de ataque, a Coreia do Sul poderia reduzir a grande dependência dos equipamentos americanos, como os helicópteros Apache, que foram adquiridos em grande quantidade e de acordo com um contrato multibilionário.

Devido ao sucesso de outros sistemas de armas sul-coreanos no mercado global de armamentos, que superaram os ocidentais, inclusive vendendo seus equipamentos em quantidades significativas a países membros da OTAN, muito provavelmente o novo helicóptero de ataque leve sul-coreano terá sucesso no mercado, já que possuiria um preço mais acessível do que o helicóptero norte-americano Apache. Entre os potenciais clientes estariam os países do Leste Europeu e as Filipinas.

A Coreia do Sul vem aumentando seu poder de combate e o novo helicóptero demonstra a capacidade tecnológica do país, que neste ano ocupou o 5º lugar no ranking das potências militares.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas