Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Cruzador nuclear russo Pyotr Veliky faz exercícios no Mar de Barents

O cruzador de batalha de mísseis guiados Pyotr Veliky (Pedro, o Grande – Пётр Великий), navio-capitânia da Frota do Norte da Marinha Russa, entrou no Mar de Barents para realizar missões de treinamento em combate, informou a assessoria de imprensa da frota no dia 19 de dezembro.


Poder Naval


MOSCOU (Reuters) – Esta é a primeira surtida do navio de guerra no novo período de treinamento de combate, informou a nota.

Cruzador Pyotr Veliky
Cruzador Pyotr Veliky, classe Kirov

“A tripulação do cruzador praticará alguns elementos da prontidão do navio de superfície no mar e realizará um ataque contra um submarino com o disparo de mísseis antissubmarino”, acrescentou.

“A tripulação do cruzador executará o exercício de combate com a prática de armas, atingindo o alvo cujo papel será desempenhado por um dos navios da força submarina da Frota do Norte”, completou.

Depois de realizar suas missões no mar, o Pyotr Veliky retornará à base naval principal de Severomorsk da frota.

O Pyotr Veliky é o único cruzador pesado de mísseis de terceira geração operacional da Marinha Russa, do Projeto 1144 “Orlan”. Teve a quilha batida no estaleiro Baltiysky em 25 de agosto de 1986 e foi lançado em 25 de abril de 1989. Em 18 de abril de 1998, o navio de guerra entrou em serviço com a Marinha Russa e a bandeira naval de Santo André foi içada a bordo.


Os cruzadores de batalha do projeto 1144 “Orlan” (designação na OTAN: classe Kirov) são os primeiros e únicos navios de superfície nucleares da Marinha Russa. Os navios de guerra deste projeto são os maiores de propulsão nuclear do mundo, sem contar os navios-aeródromos dos EUA e da França.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas