Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Defesa russa divulga VÍDEO do voo dos Tu-160 sobre mar do Caribe

No decorrer de uma visita internacional da Força Aeroespacial russa à Venezuela, os pilotos dos bombardeiros estratégicos Tu-160 efetuaram um voo sem precedentes sobre as águas do mar do Caribe.


Sputnik

O Ministério da Defesa russo divulgou em sua conta oficial no YouTube imagens da cabine de pilotagem dos Tu-60, bem como da vista para o mar de Caribe, captadas a partir dos aviões.


Bombardeiro Tu-160 durante pouso no aeroporto venezuelano
Tupolev Tu-160 Blackjack © AFP 2018 / Federico Parra

De acordo com o comandante da Aviação de Longo Alcance, tenente-general Sergei Kabylash, o voo decorreu em regime normal. Durante 10 horas as aeronaves percorreram mais de 8 mil quilômetros, tendo cumprido todas as tarefas estabelecidas.

Segundo o comandante da tripulação de um dos Tu-160, coronel Pavel Burdakov, o voo sobre as águas do mar do Caribe foi efetuado em plena conformidade com as regras internacionais.

Além disso, os Tu-160 treinaram patrulhamento sobre o território venezuelano.

Burdakov apontou que, no decorrer do voo, não houve intercepções das aeronaves. Em algumas partes da rota os aviões russos foram escoltados por caças venezuelanos Su-30 e F-16 no âmbito do treinamento conjunto.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas