Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Força Estratégica de Mísseis da Rússia ganhará reforços até o fim do ano (VIDEO)

A Força Estratégica de Mísseis da Rússia receberá até o fim do ano cerca de 100 novas peças de armamento, incluindo os sistemas de mísseis Yars, disse o Comandante da corporação, Coronel Sergei Karakaev.


Sputnik

"Até o final do ano está previsto o fornecimento de cerca de 100 novas peças de armamento para as tropas, incluindo os sistemas de mísseis Yars de implantação estacionária e móvel", disse Karakaev ao jornal Krasnaya Zvezda em uma entrevista.


Sistema de mísseis de quinta geração Yars durante o ensaio da Parada da Vitória
Míssil Yars © Sputnik / Yevgeny Biyatov

Karakaev disse também disse que, em 2021, a divisão Uzhur será a primeira da Rússia a ser equipada com os novos mísseis balísticos intercontinentais Sarmat.

"No âmbito do programa estatal de armamentos, a indústria russa está trabalhando no desenvolvimento do Sarmat, um novo complexo de mísseis pesados ​​com propulsores líquidos. O início das operações do exército com este complexo de mísseis está previsto para 2021 pelos regimentos da divisão Uzhur, que agora opera com o antecessor de Sarmat — o complexo de mísseis Voevoda", disse o militar.

O Comandante da Força Estratégica de Mísseis da Rússia também disse que, em 2019, a divisão Dombarovsky está prestes a se tornar a primeira na Rússia a ser armada com os novos sistemas de mísseis hipersônicos Avangard.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas