Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Fuzileiros dos EUA iniciam resgate após queda de dois aviões perto do Japão

O Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA deu início a uma operação de busca e resgate perto do Japão na manhã desta quinta-feira (hora local), após um acidente envolvendo um F/A-18 que estava conduzindo um reabastecimento aéreo de um KC-130. Ambas as aeronaves caíram no mar, segundo a mídia.


Sputnik

Um caça F/A-18 tentando reabastecer seu suprimento de combustível caiu com dois membros de serviço a bordo. O petroleiro C-130 carregava cinco indivíduos quando caiu também, de acordo com a rede americana CBS, citando os fuzileiros navais dos EUA.

F/A-18 C
F/A-18 Super Hornet © flickr.com/ PRONational Museum of the U.S. Navy

"As operações de busca e salvamento continuam para os aviões do Corpo de Fuzileiros dos EUA que estiveram envolvidos em um acidente na costa do Japão por volta das 2:00 da manhã de 6 de dezembro", disseram os fuzileiros navais em um comunicado.

O par de aeronaves originou seus voos da Base Aérea Iwakuni para "treinos programados regularmente quando ocorreu o acidente", de acordo com a corporação.

As aeronaves e o pessoal japoneses também estão envolvidos na operação de busca e salvamento.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas