Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

Justiça Federal condena ex-executivos da Embraer por suborno de coronel da Força Aérea Dominicana

Acordo entre empresários e oficial aconteceu em 2008. MPF acusa ex-executivos de pagarem U$ 3,5 milhões em propina para que companhia fosse favorecida em U$ 92 milhões.


Por G1 Rio

A Justiça Federal condenou nesta segunda-feira (17) dez ex-executivos da Embraer por corrupção internacional na venda de oito aviões super tucano para a República Dominicana. O acordo entre os empresários e um coronel da Força Aérea Dominicana aconteceu em 2008.

Resultado de imagem para super tucano republica dominicana
A-29 Super Tucarno da República Dominicana | Reprodução

O Ministério Público Federal acusa os ex-executivos de pagarem U$ 3,5 milhões em propina para que a companhia fosse favorecida no negócio de U$ 92 milhões. O representante da República Dominicana no acordo na época exercia a função de Diretor de Projetos Especiais do Ministério das Forças Armadas Dominicanas.

A decisão do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, proíbe ainda o exercício de atividades públicas de qualquer natureza dos réus. Um deles teve sua pena substituída porque firmou acordo de colaboração premiada.

A Embraer declarou que não é parte do processo e não comenta situações individuais.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas