Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Mídia síria denuncia uso do espaço aéreo do Líbano para ataques contra Damasco

Os veículos de imprensa estatais da Síria estão denunciando o uso do espaço aéreo do Líbano para realizar ataques contra a província de Damasco.


Sputnik

Mais cedo o canal de televisão Ikhbariya reportou que a defesa aérea antiaérea da Síria repeliu, nesta terça-feira (25), um ataque com vários mísseis contra a província de Damasco.


Caça F-15 da Força Aérea de Israel na base aérea de Ovda durante exercícios (foto de arquivo)
F-15 Eagle israelense © AP Photo / Ariel Schalit

"O ataque inimigo foi levado a cabo desde o espaço aéreo libanês, foram derrubados vários objetivos inimigos", informou o canal de televisão estatal da Síria citando um correspondente como fonte. A agência de notícias SANA também reportou a situação.

Violação do espaço aéreo do Líbano por Israel

A agência de notícias libanesa NNA reportou que aviões da Força Aérea de Israel violaram durante a noite o espaço aéreo do sul do Líbano, realizando manobras de baixa altitude sobre Nabatiye e a também sobre a região de Al Tufa.

As aeronaves também ingressaram no espaço aéreo sobre as cidades libanesas de Tiro e Sidon, vindos do Mar Mediterrâneo.

Israel, no entanto, viola periodicamente as fronteiras aéreas, navais e terrestres do Líbano.

O governo libanês reportou o fato diversas vezes no Conselho de Segurança da ONU, pedindo que medidas fossem tomadas a respetito do que considera violação de sua soberania.

Comentários

Postagens mais visitadas