Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Mídia síria denuncia uso do espaço aéreo do Líbano para ataques contra Damasco

Os veículos de imprensa estatais da Síria estão denunciando o uso do espaço aéreo do Líbano para realizar ataques contra a província de Damasco.


Sputnik

Mais cedo o canal de televisão Ikhbariya reportou que a defesa aérea antiaérea da Síria repeliu, nesta terça-feira (25), um ataque com vários mísseis contra a província de Damasco.


Caça F-15 da Força Aérea de Israel na base aérea de Ovda durante exercícios (foto de arquivo)
F-15 Eagle israelense © AP Photo / Ariel Schalit

"O ataque inimigo foi levado a cabo desde o espaço aéreo libanês, foram derrubados vários objetivos inimigos", informou o canal de televisão estatal da Síria citando um correspondente como fonte. A agência de notícias SANA também reportou a situação.

Violação do espaço aéreo do Líbano por Israel

A agência de notícias libanesa NNA reportou que aviões da Força Aérea de Israel violaram durante a noite o espaço aéreo do sul do Líbano, realizando manobras de baixa altitude sobre Nabatiye e a também sobre a região de Al Tufa.

As aeronaves também ingressaram no espaço aéreo sobre as cidades libanesas de Tiro e Sidon, vindos do Mar Mediterrâneo.

Israel, no entanto, viola periodicamente as fronteiras aéreas, navais e terrestres do Líbano.

O governo libanês reportou o fato diversas vezes no Conselho de Segurança da ONU, pedindo que medidas fossem tomadas a respetito do que considera violação de sua soberania.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas