Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Novíssimos sistemas de combate a laser Peresvet entram em serviço do exército russo (VIDEO)

No início de dezembro, os sistemas de combate a laser russos Peresvet entraram em serviço operacional do exército russo, informou o jornal das Forças Armadas russas, Krasnaya Zvezda.


Sputnik

"Em 1º de dezembro, os sistemas de combate a laser russos Peresvet, baseados em novos princípios físicos, entraram em serviço operacional em modo de teste", revelou o jornal.


Testes do sistema de combate a laser russo Peresvet
Sistemas de combate a laser russo Peresvet © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia

O vídeo da entrada em serviço operacional dos sistemas de combate a laser russos Peresvet foi publicado pelo Ministério da Defesa russo em sua conta no YouTube.

O sistema a laser Peresvet foi apresentado pela primeira vez pelo presidente russo, Vladimir Putin, em 1º de março de 2018 durante seu discurso anual perante as duas câmaras do Parlamento.

Em 19 de julho, o Ministério da Defesa da Rússia comunicou que os sistemas já tinham entrado em serviço do exército russo e sido instalados nos locais necessários.

Segundo o diretor do Centro da Análise do Comércio Internacional de Armas, Igor Korotchenko, as armas a laser russas como o sistema Peresvet são capazes de combater drones de produção industrial e caseira.

Ele revelou que, em condições atmosféricas favoráveis, quando não há nevoeiro, tempestade de areia e precipitações, ou seja, em condições ideais, os sistemas de combate a laser são bastante eficazes a eliminar drones.

"É uma de suas áreas de intervenção. Quer dizer, no futuro, qualquer base, qualquer estrutura que deva ser protegida deverá potencialmente ser equipada com armas a laser", disse o especialista.




Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas